Terça, 15 Setembro 2020 23:11

Bispos são empossados nas dioceses de Uruaçu e de Goiás

As dioceses de Uruaçu e de Goiás acolheram seus novos pastores. No dia 12 foi a vez de Uruaçu acolher Dom Giovani Carlos Caldas Barroca, que foi ordenado bispo no dia 5 de setembro, na Catedral de Brasília. Já o novo bispo da Diocese de Goiás, Dom Jeová Elias, ordenado no dia 22 de agosto, foi empossado no dia 13 de setembro, na Catedral Sant’Ana, na Cidade de Goiás. Os dois novos bispos pertenciam ao mesmo clero da Arquidiocese de Brasília.

A Diocese de Uruaçu acolheu seu quarto bispo diocesano na Catedral Imaculado Coração de Maria. Empossou o novo bispo, o administrador diocesano de Brasília, Dom José Aparecido Gonçalves, que explicou o sentido desta celebração. “O bispo que é nomeado pelo papa, que recebeu a ordenação episcopal, não recebe mais a posse de ninguém, ele toma a posse da cátedra da igreja Catedral da sua diocese e dali Cristo passa a ensinar o evangelho, a boa-nova. Ao ouvir o mandato apostólico, as sagradas letras que o Santo Padre enviou para a ordenação e posse, e ao se sentar nesta cátedra, Dom Giovani torna-se bispo de Uruaçu”, afirmou nos primeiros momentos da celebração.

O gesto de transmissão do pastoreio da Igreja do Senhor foi feito pelo próprio Dom José Aparecido, que cedeu a cátedra e entregou o báculo ao novo bispo. “Ao sentar na cátedra, a nossa Diocese de Uruaçu com muita alegria acolhe seu novo bispo e para demonstrar isso, o Clero Diocesano apresenta e manifesta respeito e obediência”, declarou o comentarista da celebração, padre Delton Filho.

Em um gesto simbólico, Dom Giovani foi acolhido por representantes das diversas vocações.

A homilia também ficou por conta de Dom José Aparecido. Ao refletir sobre o evangelho (Jo 21, 15-19) ele comentou o ofício de cuidar do rebanho de Cristo confiado ao bispo. “Apascentar as ovelhas de Cristo é um dever de amor. O bispo, portanto, toma posse do ofício de apascentar as ovelhas do rebanho de Cristo que peregrina aqui nesta parte do belíssimo estado de Goiás, do povo das cidades que se agrupam na Diocese de Uruaçu”.

Dom Giovani dirigiu suas primeiras palavras ao povo de Deus da Diocese de Uruaçu ao fim da celebração. Ele pediu forças do Senhor para bem conduzir esta Igreja particular reafirmando que quer ser servo de todos, mas, sobretudo, servo da palavra de Deus, conforme o seu lema episcopal: “Servo da palavra do Senhor”. “Peço hoje força ao Senhor para ser fiel ao seu chamado e convido ao rebanho do Senhor agora a mim confiado a segui-lo. Amém!”.

Dom Waldemar Passini, bispo de Luziânia e presidente do Regional Centro-Oeste, comentou a posse do novo bispo de Uruaçu. “A vida de cada diocese é harmônica, composta de muitos membros, mas tem um lugar especial que é o lugar do bispo, ainda que a Diocese de Uruaçu tenha sido muito bem cuidada e acompanhada pelo padre Francisco Agamenilton, administrador diocesano, hoje se vê que há uma grande alegria no meio dos padres, no meio fiéis leigos, justamente pelo lugar teológico, espiritual e a missão própria do pastor que é o bispo. Então hoje nós podemos dizer que a Igreja de Uruaçu encontra esse seu sentido de corpo místico de Cristo, mas tendo a sua frente um sucessor dos apóstolos. Não é somente um significado pastoral, mas é um significado teológico também com uma função missionária, pastoral e de governo muito importante”.

Diocese de Goiás

Dom Jeová Elias Ferreira foi empossado na manhã do domingo, 13 de setembro, na Catedral Sant’Ana, na Cidade de Goiás. Devido à pandemia, o arcebispo metropolitano de Goiânia, Dom Washington Cruz, que deveria empossar o novo bispo, não pode participar. Coube a Dom Eugênio Rixen, bispo de Goiás por 21 anos, empossar o seu sucessor. “Jeová Elias, nós vamos entregar a você esta cruz que é sinal de vida para nós. Jesus morreu para nos salvar, mas ressuscitou. A vida é mais forte do que a morte. Irmãos e irmãs em Cristo, invoquemos a Deus para abençoar esta água que vai ser aspergida sobre nós recordando o nosso batismo, que nos digna e ajuda-nos a permanecermos fiéis ao Espírito que recebemos”, disse Dom Eugênio a Dom Jeová, momentos antes do início da celebração.

Nas letras apostólicas, lidas e apresentadas aos bispos presentes, o papa Francisco destacou que confia a Dom Jeová a nova missão na Diocese de Goiás. “Demonstremos nossa confiança entregando esse rebanho do Senhor para que o apascentes. Dileto filho, de todo o coração, confiamos o teu ministério episcopal à intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, templo do Espírito Santo para que o exercendo, segundo o desígnio de Cristo Bom Pastor, seja motivo de alegria para a Igreja a ti confiada”.

Dom Eugênio entregou ao novo bispo o báculo, símbolo do pastor que conduz o seu rebanho, o mesmo que ele recebeu de seu antecessor Dom Tomás Balduíno, no dia de sua posse, em 7 de fevereiro de 1999. “Dom Tomás, ao entrar aqui na Catedral e abrindo as portas, me passou esse báculo que era seu. Um pouquinho mais baixo porque Dom Tomás era baixinho. O novo bispo também é baixinho e o tamanho do báculo vai dar certo. É o símbolo do seu pastoreio aqui em Goiás”, disse Dom Eugênio entregando a insígnia a Dom Jeová. Em seguida ele tomou posse da cátedra.

Em sua homilia, Dom Jeová saudou os presentes, sobretudo Dom Eugênio pelos 21 anos em que conduziu a Diocese de Goiás. “Agradeço a Dom Eugênio pela generosidade, acolhida fraterna, pelo testemunho de um pastor com cheiro das ovelhas. Agradeço a Deus na pessoa de Dom Eugênio pelos seus antecessores”, afirmou Dom Jeová que é o 18º bispo da Diocese de Goiás. Ao comentar o evangelho (Mt 18, 21-35) em que Jesus responde ao questionamento de Pedro sobre quantas vezes devemos perdoar ao irmão que peca contra nós, Dom Jeová disse que a experiência do perdão deve sempre nos conduzir. Segundo ele, o relato retrata a generosidade divina na oferta do perdão aos devedores insolúveis, mas também a mesquinhez humana diante das dívidas solúveis dos companheiros. “O episódio mostra, conforme o papa Francisco tem reiterado várias vezes, que Deus nunca cansa de perdoar. Nosso Deus é bondoso, compassivo, carinhoso, ele perdoa toda culpa, não guarda eternamente seu rancor, nem nos trata como exigem nossas culpas conforme nos lembrou o salmo de hoje”, explicou.

Ao fim da celebração, o novo bispo de Goiás recebeu várias homenagens de padres, de uma representante dos religiosos e religiosas, além da prefeita da Cidade de Goiás, Selma de Oliveira Bastos, que entregou a chave da cidade ao novo bispo e uma imagem de Sant’Ana, Padroeira da diocese. A Dom Eugênio ela entregou uma placa em sinal de agradecimento e uma imagem de Sant’Ana. O governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, também prestou suas homenagens ao novo bispo e ao bispo emérito Dom Eugênio.

Concelebraram Dom Eugênio Rixen, bispo emérito de Goiás; Dom Waldemar Passini Dalbello, bispo de Luziânia e presidente do Regional Centro-Oeste da CNBB; Dom José Aparecido, administrador diocesano de Brasília; Dom Paulo Mendes Peixoto, bispo de Uberaba (MG); Dom Carmelo Scampa, bispo emérito de São Luís de Montes Belos; Dom Nélio Domingos, bispo da Diocese de Jataí; Dom José Francisco, bispo de Ipameri; mons. Vanildo Fernandes, administrador diocesano de Rubiataba-Mozarlândia; Dom Lindomar Rocha Mota, novo bispo de São Luís de Montes Belos; Dom Dilmo Franco, bispo auxiliar de Anápolis; o novo bispo de Uruaçu, Dom Giovani Carlos; e o superior provincial dos Missionários Redentoristas de Goiás, padre André Ricardo de Melo.

 



www.diocesedegoias.org.br

BISPO

Dom Jeová Elias Ferreira

 

BISPO EMÉRITO

Dom Eugênio Lambert Adrian Rixen

 

Goiás – GO Fone: (62) 3371-1206/3371-2380
E-mail: diocesedegoias@cultura.com.br
CÚRIA: Rua Dr. Joaquim Rodrigues – s/nº, Centro 76600-000 Caixa Postal 05
 

MUNICÍPIOS: Britânia, Buriti de Goiás, Carmo do Rio Verde, Ceres, Fazenda Nova, Goiás, Guaraíta, Heitoraí, Ipiranga de Goiás, Itaberaí, ltaguari, Itaguaru, Itapirapuã, Itapuranga, Jussara, Mossâmedes, Nova Glória, Novo Brasil, Sanclerlândia, Santa Fé de Goiás, São Patrício, Taquaral de Goiás, Uruana.

© 2020 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854