Terça, 15 Maio 2018 14:48

Brasília também se prepara para o Mutirão Brasileiro de Comunicação a ser sediado em Goiânia

O segundo Mutirão de Comunicação no Regional Centro-Oeste da CNBB (Goiás e Distrito Federal), em preparação ao Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), que acontecerá em Goiânia, em 2019, foi promovido pela Arquidiocese de Brasília. O evento aconteceu no dia 5 de maio, na Paróquia São Judas Tadeu, na Asa Sul, e reuniu cerca de 60 pessoas, agentes da Pastoral da Comunicação (Pascom), daquela Igreja particular.

Na Santa Missa de abertura, o bispo auxiliar e referencial para a comunicação na Arquidiocese, Dom Marcony Vinícius, disse que o primeiro aspecto de um comunicador que quer anunciar Jesus é sentir a vontade de Deus dentro de si. “A comunicação tornou-se quase que um poder e hoje a mídia pode elevar ou destruir uma pessoa. Portanto, o primeiro compromisso de uma pessoa que quer levar a Boa-Nova é a intimidade com Deus”. Segundo ele, a nossa responsabilidade é com a verdade, em primeiro lugar. Por isso, Jesus é quem deve aparecer. Ele é o grande comunicador e nós devemos fazer todo o possível para que ele apareça. “Quem ouvir os comunicadores católicos deve ouvir o Pai, porque vocês e todos nós somos discípulos dele”, declarou. Por fim o bispo exortou os comunicadores dizendo que é urgente a comunicação da Arquidiocese de Brasília crescer, se destacar em todo o Brasil. “Precisamos crescer, ser exemplo. Estamos no centro das decisões do país e não podemos realizar uma comunicação inferior. Não pensemos pequeno. Temos que desenvolver nossa comunicação de tal forma que seja modelo para todas as outras dioceses do país”.

O encontro seguiu com a palestra “A verdade vos tornará livres” (Jo 8,32), notícias falsas e jornalismo de paz, proferida pelo coordenador da Comunidade Divina Misericórdia, Gabriel Carvalho. O tema alude à Mensagem do papa Francisco para o 52º Dia Mundial das Comunicações Sociais, celebrado em todo o mundo neste domingo, 13 de maio. Carvalho enfatizou as primeiras frases da mensagem: “No projeto de Deus, a comunicação humana é uma modalidade essencial para viver a comunhão”. Segundo ele, o objetivo da comunicação desenvolvida pela Pastoral da Comunicação não é apenas comunicar notícias, mas o próprio Senhor, com objetivo de gerar comunhão. “Deus compartilha o nosso ser e nós somos convidados a adentrar nele e ele em nós”. Toda a comunicação, desde o Antigo Testamento, tem a pretensão de comunicar a beleza de Deus, conforme o palestrante explicou.

Gabriel ressaltou também que no caminho há sempre os fatos trágicos, como o episódio em que Caim mata Abel. “Isso acontece também hoje quando o ser humano dá espaço ao egoísmo e se coloca como referência, em vez do Cristo”, explicou. “Caim distorce a comunicação a ponto de ter que matar o irmão”, completou. Ele também mencionou que todas as iniciativas que educam para a comunicação são louváveis. “Diante das mentiras, precisamos sempre contestar, portanto, é muito importante saber que existem aqueles que se dedicam a desenvolver iniciativas que ensinam como avaliar contextos comunicacionais”. Ao fim de sua apresentação, o jovem citou uma frase da Mensagem do papa que diz que nenhuma desinformação é inofensiva, uma vez que tudo o que não é verdade faz mal, e destrói os relacionamentos.

O Muticom Brasília contou ainda com um programa ao vivo transmitido pela Eventos Católicos de Brasília e por rádios católicas da capital. Durante todo o dia houve ainda visitas aos estandes da Pascom das paróquias e comunidades e conversa (troca de experiências) com os profissionais de comunicação.

Luís Felipe, agente da Pascom na Paróquia São Marcos e São Lucas, de Ceilândia Norte, disse que a atuação da sua paróquia, por meio da comunicação, tem crescido. “Hoje desenvolvemos um trabalho interessante de divulgação da nossa vida comunitária com as outras pastorais. O Muticom, nesse processo, foi um evento que colaborou para que nossas atividades cresçam ainda mais, porque aqui expomos trabalhos, conhecemos as ações de outras paróquias e trocamos experiências”, afirmou.

Mutirão Diocesano de Comunicação 2018

Cada Mutirão Diocesano tem como público apenas os agentes da Pascom da Igreja particular que sediará o encontro. Portanto, para participar, deve-se esperar a sua realização na diocese em que se atua.

18 e 19 de agosto – Diocese de Goiás

1º de setembro – Arquidiocese de Goiânia

2 de setembro – Diocese de Uruaçu

15 de setembro – Diocese de São Luís de Montes Belos

16 de setembro – Diocese de Jataí

19 a 21 de outubro – Diocese de Rubiataba-Mozarlândia

19 a 21 de outubro – Jornada da Comunicação Regional (Rubiataba)

Por Fúlvio Costa. Fotos: Rudger Remígio



www.arquidiocesedebrasilia.org.br

ARCEBISPO

Cardeal Sergio da Rocha

BISPOS AUXILIARES

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Dom Valdir Mamede

Dom José Aparecido

Dom Marcony Vinícius

ARCEBISPOS EMÉRITOS

Cardeal José Freire Falcão

Cardeal João Braz de Aviz

BISPOS AUXILIARES EMÉRITOS

Dom João Evangelista Terra

Dom Francisco de Paula Victor

(61) 3248-3455 / 3248-3477
sdarocha@terra.com.br

Res. SHIS Ql 12 Conj. 12 Lt.01 Lago Sul, CEP.: 71.630-325 Brasília – DF Caixa Postal 161/70351-550

© 2018 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854