Quarta, 17 Abril 2019 18:07

A Semana Santa só termina com a celebração da Páscoa

Queridos irmãos e irmãs,

Impulsionados pela força do alegre encontro com nosso Mestre neste Domingo de Ramos, iniciamos as celebrações da Semana Santa, adotando a reverência que requer a celebração do mistério da nossa redenção.
Somos todos convidados a participar da liturgia própria desse período, a mais significativa de todas, por representar a origem da nossa fé: Cristo foi o cordeiro imolado por nós, mas ressuscitou.

Precisamos partilhar da Santa Ceia com nosso Mestre, relembrar suas últimas lições, de fé, humildade e perdão. Vigiar e orar durante sua Paixão e Morte na cruz. Fazer com Jesus o caminho do Calvário, pedindo perdão pelos pensamentos e ações que nos afastam do seu caminho de Vida e Verdade, do Reino dos Céus, da Casa do Pai. Só assim poderemos ressurgir com Ele para uma vida nova.

Especialmente nesta Santa Semana, nossa Igreja entra em penitência e oração, pedindo piedade a Deus por nossas inúmeras falhas, e louvando sua infinita misericórdia ao nos enviar seu filho Jesus, para nos salvar. Entre nossos principais pecados está o do egoísmo, origem de tantos males, que nos torna indiferentes à dor dos nossos irmãos.

Ouça a voz do anjo...

É muito importante que todos participem, em suas paróquias e comunidades, das celebrações da Semana Santa, que culminam com celebração da Vigília Pascal. Se isso não for possível, em função de viagens necessárias, participem onde estiverem, não deixando de celebrar a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo. Não terminem sua semana chorando aos pés da Cruz. Visitem o sepulcro vazio, ouçam a voz do anjo dizendo: Ele ressuscitou!

A Páscoa, que celebraremos no próximo domingo, significa que a morte foi vencida, o Senhor ressuscitou. Porque Ele vive, e permanece conosco na Eucaristia, nós cremos que tudo podemos Naquele que nos fortalece. Somos mensageiros da sua Boa-Nova, da esperança!

Busquemos a paz

Unindo-nos ao papa Francisco e a toda Igreja, nesta Semana Santa intensifiquemos nossas orações pela paz no mundo, pois a guerra é uma grande fábrica de pecados da humanidade. Como ação concreta, em prol dessa intenção, cessemos de alimentar os motivos das guerras que travamos em nossas famílias e nos ambientes de trabalho.
Como expressão da nossa vida pascal, façamos uma adesão verdadeira à Campanha da Fraternidade 2019, que nos convida a refletir sobre "Fraternidade e Políticas Públicas. Precisamos vencer tudo o que sustenta a cultura de morte e alimenta as mazelas dos nossos irmãos no mundo. Há de nascer um novo homem e uma nova mulher, que vejam no próximo a face de Deus. Assim, viveremos numa nova terra, com vida plena para todos.
Uma abençoada Semana Santa e uma feliz Páscoa!

Dom Washington Cruz, CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia

AGENDA CNBB

18 Jul

CPDF, em Goiânia.

19 Jul

Em Porto Alegre (RS).

20 Jul

Em Brasília-DF.

© 2019 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854